Mudança de escola dos filhos e agora, o que fazer?

Mudança de escola é sempre um assunto delicado, mas necessários em alguns momentos da vida. Os motivos podem ser diversos como:
– Ajustes Financeiros
– Mudança de Endereço
– Baixo rendimento escolar
– Dificuldade com a proposta pedagógica
– Falta de alinhamento com os valores da família

Falei hoje sobre o tema em minha coluna na Nova Brasil FM. Mas nossa apreensão costuma ser grande no momento de mudar o filho. Será que ele vai se adaptar?

Mudar de escola não significa apenas ir para outro colégio, mas, sim, mudar de amigos, de professores e principalmente metodologia de ensino.

As mudanças mais suaves acontecem nos fechamentos de ciclo como: 1º, 6º e 8º ano do ensino fundamental e 1º ano do ensino médio, são começos de ciclos diferentes em que aluno não sente tanto a mudança porque há muitos outros colegas passando pelo mesmo processo.

Algumas dicas que ajudam:

  • Converse com outros pais e alunos da nova escola:
    Essa conversa traz mais segurança e entendimento das rotinas e dinâmicas;

  • Seja transparente com seu filho:
    Não esconda o fato e fale sobre as razões da mudança de escola de forma clara e objetiva para a situação e o quanto elas são importantes para uma nova fase na vida.
  • Reforce que as mudanças fazem parte da vida:
    Durante a conversa, saliente que as mudanças fazem parte da vida e que elas sempre trazem coisas boas e outras nem tanto. Descreva, em detalhes, o lado positivo da história. Por exemplo, supondo que a mudança é por causa do endereço, mostre que para ficar na escola atual ele tem que ficar x tempo na van escolar ou no carro da mamãe, e que, com a mudança, vai passar a ir a pé, sobrando muito mais tempo para as brincadeiras em casa.
  • Reforce a possibilidade de fazer novas amizades:
    Cite como certo o aspecto positivo de que a criança vai fazer novos amigos, ter outras experiências, frequentar um parquinho diferente e fazer novas atividades. Mostre que, com tudo isso, ele vai ficar ainda mais esperto e cheio de amizades.
  • Valorize as novidades da Nova escola:
    Se a escola nova for maior que a atual, explique que o colégio grande tem mais pessoas e uma liberdade maior, inclusive para as brincadeiras. Se for o contrário e seu filho for para uma escola menor, diga que será mais fácil se relacionar com professores e amigos, que vão estar todos mais perto e que ele vai se sentir em casa.
  • As amizades importantes se mantem: Esclareça que as amizades criadas na escola anterior serão mantidas. Só vai ser diferente a quantidade de vezes que ele vai encontrar e conviver com os antigos professores e coleguinhas.

    E você já passou por esse processo?
    Espero que essas dicas ajudem.
    Excelente Final de Semana.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s